Banner
Você está aqui: Página Inicial / Notícias Caxias da Paz / 2ª Semana Municipal da Paz envolve mais de 10 mil pessoas

2ª Semana Municipal da Paz envolve mais de 10 mil pessoas

A Prefeitura de Caxias do Sul, por meio da Guarda Municipal da Secretaria de Segurança Pública e Proteção Social, promoveu de 21 a 27 de setembro a 2ª Semana Municipal da Paz de Caxias do Sul, com o intuito de criar um momento de concentração social entre as pessoas e as instituições para celebração da Paz, para conscientização sobre a Não violência e para o desenvolvimento de relações interpessoais e interinstitucionais pacificadoras. Segundo os organizadores as atividades da Semana envolveram mais de 10 mil pessoas.
2ª Semana Municipal da Paz envolve mais de 10 mil pessoas

Fonte: Prefeitura de Caxias do Sul / Foto: Juliana Marcon

A Prefeitura de Caxias do Sul, por meio da Guarda Municipal da Secretaria de Segurança Pública e Proteção  Social, promoveu de 21 a 27 de setembro a 2ª Semana Municipal da Paz de Caxias do Sul, com o intuito de criar um momento de concentração social entre as pessoas e as instituições para celebração da Paz, para conscientização sobre a Não violência e para o desenvolvimento de relações interpessoais e interinstitucionais pacificadoras. Segundo os organizadores as atividades da Semana envolveram mais de 10 mil pessoas.

O período escolhido contemplou o dia 21 de setembro, que é o Dia Internacional da Paz, estabelecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 1981, para que as pessoas não apenas pensem, mas que também façam algo a favor da paz. A programação foi organizada em consonância com as 10 Redes de Pacificação Social.

A abertura ocorreu na segunda-feira, dia 21, coordenada pela Rede de Pacificação Social São Giácomo, na Igreja Assembleia de Deus do bairro Reolon. Na ocasião, foi celebrado o Dia Internacional da Paz, lançada a programação da Semana e o Programa Cuida Caxias CUCA/GM, com apresentação musical da Equipe do CAP/Guarda Municipal e alunos da EMEF José Bonifácio, encerrando com a caminhada “Unidos pela Paz”, pelo Loteamento Reolon, com a presença do Prefeito Alceu Barbosa Velho. Neste dia também foi lançado o Núcleo Rizzo do Projeto CAE, pela Rede de Pacificação Social Desvio Rizzo, em parceria com Clube Reno; e foi realizado o Culto da Paz pela Federação Gaúcha de Ministros Evangélicos do Rio Grande do Sul, na Câmara Municipal de Vereadores.

No dia 22, aconteceu o workshop “Competências Socioemocionais - A inteligência Pacificadora”, na FSG; e a Feira e Missa da Paz, com apresentação do Coral da EEEF lsmael Chaves, na praça da comunidade, organizado pela Rede de Pacificação Social Galópolis. No dia 23, a Rede de Pacificação Social Centro/Núcleo Beltrão de Queiroz, promoveu o Piquenique da Paz, no Parque Cinquentenário. No dia 24 houve a integração do Projeto Fazer o Bem Dia 24, que estimulou a promoção de eventos ligados à Semana em todas as instituições vinculadas.; a Rede de Pacificação Social Centro/Núcleo Jardelino Ramos organizou o Circuito da Paz com caminhada e visita a entidades da rede local, com concentração no Centro Cultural Espírita Jardelino Ramos para apresentações artísticas. No dia 25, a Universidade de Caxias do Sul se engajou com a 1ª Jornada de Cultura de Paz, Direitos Humanos e Meio Ambiente e a Rede de Pacificação Social Serrano/Ana Rech promoveu encontro no Centro Social Urbano Serrano para Caminhada Paz e Danças da Paz.

Neste sábado (26), em virtude do mau tempo, três eventos foram cancelados: a Mostra de Talentos, que ocorreria na Quadra de Esportes Alfredo Pereira de Souza, sob a coordenação da Rede de Pacificação Social Planalto; Um dia pela Paz, no Centro Comunitário Bom Pastor, realizado pela Rede de Pacificação Social Esplanada; e a Caminhada pela Paz, em homenagem ao papeleiro Carlos Miguel dos Santos, coordenado pelo Padre Renato Ariotti da Igreja Santa Catarina. Entretanto, a Rede de Pacificação Social Santa Fé realizou a “Ação pela Paz” no Centro Comunitário Vila Ipê, expondo trabalhos de artesãos locais. Neste domingo (27), também pelo tempo instável, foram cancelados a “Pedalada da Paz”, integrada com a Semana de Doação de Órgãos e Tecidos e o Ato Ecumênico com apresentações artísticas, culturais e abraço no Parque dos Macaquinhos.     

A coordenadora da Semana, Juliana Marcon lembra que além dessas atividades, muitas micro-ações foram realizadas pelas equipes de entidades que participam das Redes de Pacificação Social como caminhadas, distribuição de mensagem às famílias, projeção de filmes, rodas de debates com jovens, confecção de biscoitos com símbolos de paz, entre outros. “Todos estamos redescobrindo o poder da comunidade, de como é bom viver em comunidade, de como é mais fácil pra todos nós operarmos as políticas públicas com noção de pertencimento e corresponsabilidade”, avalia a assistente social.

Juliana acredita ainda que com o Projeto Redes de Pacificação Social, o objetivo de potencializar as ações desenvolvidas individualmente em cada instituição existente nos territórios, aumentando, assim, fatores de proteção contra a violência, está sendo alcançado. “Os 10 núcleos em funcionamento realizam encontros sistemáticos, planejando, executando e avaliando planos locais integrados, criando laços de solidariedade interinstitucional e fortalecendo vínculos pessoais”, informa.

 

Fonte: Prefeitura de Caxias do Sul / Foto: Juliana Marcon